Quantas Marianas cabem dentro de mim?

24.01.2019

Sou muitas. 
Sou mulher livre, com asas, que nasceu pro mundo e quer voar.
Sou menina romântica, apegada, que cria raízes e quer ficar.
Singular só na altura (alô 1,51m), porque aqui dentro eu sou plural. 
Sou corajosa, segura e dona do meu destino. 
Mas também posso acordar com medo, paralisada e perdida de mim. 
Aqui mora uma senhora idosa, vivida e madura. 
Mas lá no porão às vezes chora uma criança frágil, ansiosa, dramática e nervosa.
Posso transbordar felicidade por onde passar.
E chorar de melancolia até a madrugada passar. 
Há dias em que tenho tantas certezas.
E nos outros não me vem uma única resposta.
Há dias em que estou inteira.
Em outros, pedacinhos.
Em único dia, uma convenção internacional de Marianas pode se manifestar.
Cada uma delas com suas angústias, dores, delírios e amores. 
Em 24 horas, posso ir do tédio ao tesão, da apatia à combustão.
Posso amar e desamar.
Querer e desquerer.
Se cabem tantas Marianas dentro de mim, é porque nenhuma delas eu mando pastar.
Todas têm voz.
Até a louca, que já tentaram calar.
Se o mundo tenta rotular as mulheres,
"Essa é pra casar".
Eu digo que sou pra casar, pra amar, pra viver e pra não rotular.
Eu sou o que eu quiser.
Só não sou uma só.
Amo muito e falo 'porra'.
Medito e tomo goró.
Danço sexy e tropeço em tudo.
Trabalho pesado e também sambo.
Eu só não sou da superfície.
Profundidade é o meu padrão.
Sou de Belchior e Molejão
'E o meu coração selvagem
Tem essa pressa de viver'. 

Please reload

© 2023 by Salt & Pepper. Proudly created with Wix.com