Conectados Anônimos

24.11.2016

 - Oi, meu nome é Mariana, estou há dois dias sem Uber.

 

- Oi, Mariana!

 

- Ele começou aos pouquinhos, oferecendo uma balinha daqui, aumentando a temperatura dali. Comecei com Black, tarja preta, coisa fina.  Ele vinha, abria a porta, dirigia devagarzinho e me fazia sonhar alto. Depois fui descendo o nível, fui pra pixta, fui pro xis. Ele já não me dava tanta atenção, mas seguia com as duas mãos no volante, me levando pras alturas. 

 

Eu tô viciada no barato do Uber e não consigo mais largar. 

 

- Mariana, repita em voz alta: você não precisa de água e balinha. 

 

- Oi, meu nome é Daniel, estou há vinte e quatro horas sem Spotify.

 

- Oi, Daniel!

 

- Minha vida segue no silêncio. Foram as vinte e quatro horas mais vazias da minha existência. 

 

- Quantas vezes por dia você escutava as playlists, Daniel?

 

- O tempo todo. Até no banheiro eu ouvia a Urinando numa Boa.

 

- Daniel, repita em voz alta: a melhor playlist pra escutar no banheiro é a Cocô de Quinta é Quase Sexta.

 

- Oi, meu nome é Luciana, estou desde a semana passada sem Netflix.

 

- Oi, Luciana!

 

- Eu estou desesperada. Preciso das minhas séries de volta. Fui ler um livro e não tinha episódio, fui ver novela e ninguém morria. Todo dia, antes de dormir, ia escolher um filme e demorava tanto pra decidir, que acabava pegando no sono. Era melhor que Rivotril. 

 

- Luciana, repita em voz alta: você consegue dormir sem Netflix. 

 

- Oi, meu nome é Carlos, estou há dois dias sem Whatsapp.

 

- Oi, Carlos!

 

- É estranho. Minhas tias não me deram bom dia, minha mãe não me mandou flores com frases motivacionais. Não consigo expressar minhas emoções sem mandar coraçãozão-grande-e-pulsante. Acho que não sei mais quem eu sou. 

 

- Carlos, repita em voz alta: você não precisa do 3g pra manifestar suas emoções.

 

Please reload

© 2023 by Salt & Pepper. Proudly created with Wix.com